Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

BRP Chama: Barbalho na mira da PF, o inquérito das fake news no STF e o apagão de dados da pandemia

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Neste episódio do BRP Chama, nossos editores, Vera Magalhães e Marcelo de Moraes, comentam mais uma operação deflagrada pela Polícia Federal. O governador da vez é o Helder Barbalho (MDB), do Pará, por suposta fraude na compra de respiradores pulmonares pelo governo com valor total de R$ 50,4 milhões. Mais uma operação, mais um possível envolvimento da deputada Carla Zambelli. Em 26 de maio, um dia depois de dizer, na Rádio Gaúcha, que ocorreriam operações da PF mirando governadores, algo que se concretizou exatamente no dia seguinte, com a deflagração da Operação Placebo no Rio de Janeiro, ela foi à CNN se explicar e negar que tivesse informações privilegiadas a respeito das ações do órgão. “Eu me preocuparia com o Barbalho”. disse a deputada na ocasião.

É uma polícia política? Nossos editores tentam responder justamente se existe o vazamento de informações da PF pela deputada. O que se sabe é que já existe toda uma narrativa para culpar os governadores por parte do bolsonarismo. E o presidente Jair Bolsonaro estaria também na corda bamba? Impeachment, cassação da chapa, inquérito das fake news. Ameaças fazem Bolsonaro recuar e amenizar seus discursos?

O recuo ocorre depois do erro de maior gravidade do presidente durante a condução da crise causada pela pandemia do coronavírus: a tentativa do Ministério da Saúde de tentar esconder o número de mortes pelo covid-19 no Brasil. Depois da forte reação contra a ação do Bolsonaro e do ministro Eduardo Pazuello, o presidente começou a posar de estadista na reunião ministerial cinematográfica ocorrida na terça, 9. Enquanto os brasileiros ficam sem confiança nos dados, a pandemia continua a aumentar e os comércios, a abrir. Tudo isso e muito mais em nosso podcast!