Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

BRP Chama: Bolsonaro com covid, o debate intoxicado e a Educação sem rumo

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Nesta edição do Podcast BRP Chama, nossos editores, Vera Magalhães e Marcelo de Moraes, comentam os desdobramentos da confirmação da contaminação do presidente Jair Bolsonaro pela covid-19. No debate público, o “olho por olho, dente por dente” dá pretexto à vitimização do presidente e até tentativas de cerceamento da liberdade de imprensa.

Mesmo com o diagnóstico positivo, Bolsonaro não mostra sinais de mudança de postura. Pelo contrário. Demonstrou que continua desrespeitando os protocolos de segurança e voltou a fazer propaganda pelo uso da hidroxicloroquina como cura para a covid-19. O presidente faz política em cima de sua própria contaminação pela doença. E sem ministro da Saúde há quase dois meses, os números da pandemia no Brasil não arrefecem e o País se aproxima de 70 mil mortes com mais reaberturas e desrespeito ao isolamento social.

Além da doença do presidente, a semana foi marcada pelos vetos impostos por Bolsonaro. No início da semana, o chefe do Executivo vetou a desoneração da folha de pagamento de empresas, ato considerado fora de hora, com boas chances de ser derrubado pelo Congresso. Nesta quarta, Bolsonaro vetou também a obrigatoriedade do governo de fornecer água, comida e leitos emergenciais a índios e quilombolas, medida contestada por parlamentares que receberam respaldo do minsitro do STF Luis Roberto Barroso. Com esse e outros atritos, fica cada vez mais distante um acordo político entre o Legislativo e o Executivo.

Além dos atritos com outros Poderes, desentendimentos ocorrem dentro do próprio governo. Bolsonaro não consegue escolher um nome para o Ministério da Educação que agrade a ala ideológica e a militar ao mesmo tempo. A afirmação do presidente de que o líder do governo na Câmara, o major Vitor Hugo, seria um “reserva” indica uma procura de Bolsonaro por alguém que o obedeça, ao invés de um especialista. E sobre o polêmico projeto da Lei das fakes news que continua em debate na Câmara dos Deputados, nosso repórter Gustavo Zucchi conversou com o deputado Felipe Rigoni (PSB).