Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Prestígio de Moro em teste, valeu-tudo nos parlamentos e fundo eleitoral camarada

Alexandra Martins

Pacote anticrime é aprovado na Câmara, mas o ministro Sérgio Moro está com essa bola toda? Para Roberto Carlos, sim, mas para a bancada evangélica, nem tanto. Nesta 16.ª edição do podcast BRPolítico Chama, Vera Magalhães e Marcelo de Moraes analisam o tema e também os movimentos das duas alas do Senado sobre prisões após condenação em segunda instância. O assunto fez até o apresentador Luciano Huck reagir com um vocabulário rebuscado. Mas ele aprende, assim como aprendeu Fernando Henrique Cardoso no episódio da “cor gris da seca”. Sim, esse podcast tem memória carregada. Assim como o computador da deputada Joice Hasselmann, que sacou seu PowerPoint com acusações contra o “gabinete do ódio” em sessão na Comissão das Fake News. Pegou fogo, aliás, foguinho, pois onde ficou incendiado mesmo foi o plenário da Alesp durante votação da reforma da Previdência do Estado de São Paulo. Teve deputado mordido, socos e pontapés. O eleitorado não merece isso. Já do Congresso, a nova pressão é pela aprovação do aumento do fundo eleitoral. Nosso repórter Gustavo Zucchi conversa com o relator Domingos Neto, da Comissão Mista de Orçamento do Congresso, que só vê vantagens que o valor chegue a R$ 3,8 bilhões. Preço de pinga.