Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

STF x bolsonaristas, o ‘libera geral’ na pandemia e as baixas na equipe de Guedes

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Os editores do BRP, Vera Magalhães e Marcelo de Moraes, comentam nesta edição do podcast BR Político Chama as votações do Supremo Tribunal Federal desta tarde de quarta-feira, 17, aquecendo ainda mais a briga já declarada entre o STF e os bolsonaristas. Hoje foi definida a permanência do ministro da Educação, Abraham Weintraub, no inquérito das fake news na Corte.

No começo da semana, havia uma ideia de que a perda de cargo de Weintraub seria um gesto ao Supremo para enterrar o inquérito das fake news. O STF, no entanto, está “passando os ovos de uma cesta para outra“, tirando ações do questionável inquérito das fake news e colocando no inquérito dos atos anti-constitucionais, que seguiu todos os trâmites burocráticos, como a prisão da extremista Sara Giromini na última segunda, 15. Acendeu uma luz vermelha no bolsonarismo, mostrando que o Supremo não está para brincadeira, como pôde se observar nas falas do ministro Alexandre de Moraes nesta quarta.

Além das situações complicadas na Saúde e na Educação, a equipe do ministro Paulo Guedes começa a pular fora do barco que está afundando. Saída do secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, falta de ajuda do presidente para o debate das reformas e queda acentuada em todos os índices pairam como pesadelos na Economia. E enquanto isso, em busca da recuperação econômica, os Estados e municípios reabrem os comércios e colocam a população em risco com o número de casos crescendo, falta de leitos e transportes públicos lotados.

%CODE8989&