Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

1 morte e vários feridos na fronteira

Equipe BR Político

Após Nicolás Maduro fechar a fronteira terrestre com o Brasil na noite de ontem, a tensão atingiu  seu ápice até então quando soldados venezuelanos abriram fogo nesta sexta, 22, contra um grupo de civis que tentavam manter aberta uma passagem na região da fronteira. Uma mulher foi morta e ao menos 12 foram feridos, segundo o prefeito de Gran Sabana, onde ocorreu o conflito, informa o Estadão.

Segundo agências internacionais de notícia posicionadas na região, o ataque foi deflagrado quando uma escolta militar se aproximou de uma comunidade indígena de Kumarakapai. Os soldados abriram fogo depois que os voluntários tentarem impedir que os veículos fechassem a passagem.

Tudo o que sabemos sobre:

Venezuela