Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Aliança pelo Brasil contra o ‘fundão’

Equipe BR Político

Segundo a advogada Karina Kufa, tesoureira do Aliança pelo Brasil, o partido que o presidente Jair Bolsonaro tenta criar vai trabalhar para “acabar” com o Fundo Eleitoral. Na última sexta-feira, 17, o presidente sancionou de forma integral a LOA, incluindo o valor de R$ 2 bilhões destinado para o chamado “fundão”. A advogada disse que Bolsonaro é contra o dispositivo.

“Alguém, de forma honesta, acha que ele é a favor do fundão? Pelo amor de Deus! Mais uma vez: na Aliança pelo Brasil não usaremos o fundão nem quando for possível! Trabalharemos para acabar com essa aberração criada por lei em 2017”, afirmou Kufa, via Twitter.

No sábado, 18, Bolsonaro recebeu uma enxurrada de críticas por conta do fundão. Nas redes sociais, foi o assunto mais comentado durante boa parte do dia por meio da hashtag #BolsonaroTraidor. Em evento do partido, no Distrito Federal, justificou dizendo que “algumas coisas eu sanciono contra a minha vontade, algumas coisas eu veto contra a minha vontade também”.