Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Secretarias de Educação desconhecem ‘diálogo’ com Weintraub sobre merendas

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, avisou em suas redes sociais que estaria discutindo com as secretarias estaduais a melhor maneira de manter a merenda em tempos de quarentena. Mas parece que esqueceu de avisar as próprias secretarias do debate. Em nota, o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) disse que não houve a procura de ninguém do MEC para conversar sobre a situação. “O Consed informa que nenhum diálogo foi estabelecido, até o presente momento, entre o MEC e o Consed a respeito do tema da alimentação escolar”, afirmam em nota.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub

O ministro da Educação, Abraham Weintraub Foto: Gabriela Biló/Estadão

Weintraub chegou até mesmo a abrir que uma das “hipóteses” seria a criação de kits com a comida, que seriam levados para casa pelas crianças enquanto a paralisação das aulas continuar. “É consenso no Conselho que a forma mais efetiva e segura para que isso ocorra é por meio da utilização do cartão do Programa Bolsa Família”, disse o Consed.

Confira a nota na íntegra: