Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

19% não comprariam imóvel sem varanda, diz CBIC

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A intenção de compra no mercado imobiliário está praticamente equivalente ao cenário pré-coronavírus, segundo estudo realizado em agosto com 689 pessoas pela Brain Inteligência Estratégica em parceria com a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). Para 40% dos entrevistados, existe a intenção de aquisição de imóvel novo nos próximos dois anos, enquanto em fevereiro esse índice era de 43%.

Entre julho e agosto, houve um aumento de 60% na intenção de compra, passando de 25% no sétimo mês para 40% no oitavo. O avanço maior se deu entre o público com renda entre R$ 7.875,01 a R$ 13.492: 38% antes da pandemia, 40% em agosto.

Já entre regiões, a única do País que registrou aumento na intenção em relação à chegada da covid-19 ao Brasil em agosto foi o Nordeste, com 41% em março e 46% cinco meses depois.

A pandemia também alterou o estilo de imóvel preferido: 19% responderam que não comprariam um imóvel sem varanda.

Tudo o que sabemos sobre:

CBICimóveis