Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

2ª instância tem 11 dos 14 votos necessários em CCJ do Senado

Equipe BR Político

Senadores favoráveis ao projeto de lei que prevê prisão após condenação em segunda instância calculam ter 11 votos na CCJ da Casa, que analisará a proposta nesta terça-feira, 10. Para que o texto seja aprovado pelo colegiado, porém, são necessários 14 votos. “Fizemos cálculos ontem na pena do bico, tínhamos 11 certos e oito de oposição”, disse o senador Lasier Martins (PODE-RS), autor do projeto que originou o texto em discussão, segundo o Broadcast Político.

A expectativa da ala lavajatista do Senado é que o texto seja aprovado ainda hoje na CCJ. No entanto, o presidente da Casa, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), tem a intenção de segurar a tramitação do projeto até que a Câmara conclua a votação de uma proposta semelhante. Como você tem acompanhado aqui no BRP, o senador está em uma queda de braço com a presidente da CCJ, senadora Simone Tebet (MDB-MS), que quer votar a proposta da 2ª instância no colegiado.