Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

A absurda falta de seringas

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

O biólogo Atila Iamarino não escondeu sua insatisfação pelo governo brasileiro não ter sequer comprado as seringas para fazer a vacinação contra o coronavírus. Pelas redes sociais, rebateu defensores do governo que alegaram “prudência” para justificar a inexplicável demora para organizar a vacinação no País.

“A prudência é tanta que ainda estão vendo se essa tecnologia nova chamada seringa é segura em outros países, antes de comprarmos aqui”, ironizou o biólogo no Twitter.

“Imunização com a vacina é tão rápida quanto fabricantes dão conta de fazer doses e cada país tem competência de distribuir. Em Israel, no ritmo que vai, até o meio de 2021 devem chegar em níveis de proteção coletiva. Aqui não temos seringas. Não adianta pedir ajuda para mim”, disse.

Tudo o que sabemos sobre:

átila iamarinoseringas