Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A batalha do general Heleno no Congresso

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

O PT já apresentou requerimento de convocação do ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, para explicar sua fala acusando parlamentares de estarem chantageando o governo na discussão dos vetos ao Orçamento impositivo. Pelo calor das declarações sobre a fala do general, se a convocação na Comissão de Constituição e Justiça do Senado for aprovada, a batalha entre seus críticos e seus defensores deverá ser intensa.

Foto: REUTERS/Adriano Machado

“General Heleno, pode dar murro na mesa, falar palavrão, espernear. Mas terá de se explicar, conforme manda a Constituição, ao Congresso Nacional que tanto despreza. Será convocado”, afirmou a presidente do PT, a deputada Gleisi Hoffmann (PR).

Ontem, no fim do dia, o líder do PT no Senado, Rogério Carvalho (SE), apresentou o requerimento de convocação. “Fizemos um requerimento de convocação ao general Heleno para ele falar os nomes dos  parlamentares que estão chantageando o presidente da República. Vai ter que explicar”, disse o senador.

Do lado oposto, o líder do governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO), saiu em defesa do ministro. “O general Heleno é mesmo radical, intransigente. Conheço-o há 26 anos. Ele é radicalmente contra a malandragem, a corrupção, o crime, o desvio, a mentira.. Se ele for convocado, iremos defendê-lo com todas as forças.. eu e todos os que estão ao lado de um Brasil livre e justo”, avisou o deputado pela sua conta no Twitter.