Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A ‘cara’ das presidiárias no Rio de Janeiro

Equipe BR Político

Como parte de sua campanha para a criação de políticas de trabalho voltadas para presidiárias, o Instituto Igarapé divulgou alguns dados sobre o perfil das mulheres presas no Rio de Janeiro e dos problemas que elas encontram nas unidades carcerárias. O Estado, que tem 2.254 mulheres em presídios (no Brasil são 42.355), tem 45% de suas presas tendo entre 18 e 29 anos; 65% são negras; 85% são solteiras e 58% não têm ensino fundamental completo. Nas prisões fluminenses, apenas 8,7% das presas realizavam trabalho remunerado. No Brasil, esse número é de 24%

Tudo o que sabemos sobre:

Instituto IgarapéPresídios