Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A extensa lista de vítimas de hackeamento

Equipe BR Político

Apuração preliminar da Polícia Federal indica que o grupo formado por quatro supostos hackers presos na última terça-feira, 23, suspeitos de serem os responsáveis pelas invasão ao celular do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e outras autoridades no país, teria sido responsável pelo ataque de cerca de outros 1.000 aparelhos, incluindo o do ministro da Economia, Paulo Guedes.

“Havia a captura sistemática de contas de aplicativos de mensagem e como prática o investigado fazia toda a burla necessária à captura da sessão da vítima”, disse o coordenador de Inteligência da PF, delegado federal João Vianey Xavier Filho, segundo o Estadão.

Tudo o que sabemos sobre:

1.000celulareshackersinvasão