Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Da Vera: A instabilidade emocional do chanceler

Vera Magalhães

A entrevista coletiva convocada por Ernesto Araújo para falar da viagem aos Estados Unidos foi, antes de tudo, uma tentativa de mostrar sua suposta importância para os acordos selados e reafirmar um viés ideológico que passa ao largo das negociações do que para fazer um balanço objetivo dos resultados da visita.

A todo tempo, em tom nervoso, Araújo fazia parêntesis para ressaltar a própria importância, um espetáculo constrangedor para o chanceler do País. Passando recibo, fez questão de falar sobre o destaque dado ao deputado Eduardo Bolsonaro, que ocupou lugar de destaque no Salão Oval quando só os dois presidentes estavam presentes e, depois, foi citado por Donald Trump. Misturou alhos das negociações em organismos internacionais com bugalhos de uma suposta cruzada do Ocidente em prol de seus valores. Forneceu ao público, desta forma, uma visão da instabilidade emocional que demonstrara entre seus pares na véspera, quando reagiu de forma nervosa, a ponto de ser acalmado por Paulo Guedes, a notícias quanto ao protagonismo de Bolsonaro filho. / Vera Magalhães