Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A lição do desastre Vélez

Equipe BR Político

O fiasco da curta passagem de Ricardo Vélez Rodríguez pelo Ministério da Educação poderia ter ensinado uma importante lição ao governo de Jair Bolsonaro, que hoje completa 100 dias: o aparelhamento ideológico, sempre tão combatido e associado à esquerda pelo hoje presidente ao longo de sua carreira na oposição, é, de fato, deletério para a administração pública.

Falo sobre isso na minha coluna desta quarta-feira no Estadão. Em conversa comigo, o novo ministro, Abraham Weintraub, demonstra ter entendido que sua tarefa será árdua, e diferente do discurso antes entoado da “guerra” contra o “marxismo cultural”. “O momento é de serenidade, pacificação e GESTÃO”, me disse ele, assim mesmo em maiúsculas, numa troca de mensagens ontem. Mas a percepção não é uniforme no governo. Na Apex, agência que deveria cuidar da promoção comercial do Brasil, segue em chamas o parquinho ideológico, com diretores olavetes endossados pelo chanceler Ernesto Araújo já derrubaram dois presidentes. / Vera Magalhães