Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A mensagem de Bretas a Gilmar

Vera Magalhães

Em ofício enviado ao ministro Gilmar Mendes, do STF, o juiz federal Marcelo Bretas, coordenador da Lava Jato no Rio, diz que a corrupção não pode ser tratada como um crime menor. Gilmar tem revogado as prisões de réus e investigados na operação no Estado.

“Também foi defendido que casos de corrupção e delitos relacionados não podem ser tratados como crimes menores, pois a gravidade de ilícitos penais não deve ser medida apenas sob o enfoque da violência física imediata”, diz Bretas no documento, reproduzido pelo blog de Fausto Macedo no Estadão.