Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

À mesa contra o ‘velho comunismo’

Equipe BR Político

No jantar que inaugurou sua visita aos Estados Unidos, à mesa com conservadores norte-americanos e brasileiros, Jair Bolsonaro louvou a aproximação entre os dois países, unidos por valores como “liberdade e democracia” e criticou o “velho comunismo”, relata reportagem do Estadão. O jantar foi na residência do embaixador brasileiro em Washington, Sérgio Amaral, no momento em que corre nos bastidores uma disputa pela sua substituição. Reuniu nomes como o ideólogo Olavo de Carvalho e o ex-estrategista de Donald Trump Steve Bannon.

Na véspera, Bannon promovera um jantar em homenagem a Olavo num dos hoteis da rede Trump, em que mais uma vez o brasileiro tinha proferido ataques virulentos ao vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, chamando-o de “idiota” e dizendo que, se continuar como está, o governo vai durar seis meses.