Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A obsessão pela bala

Vera Magalhães

“Parece obsessão e é mesmo: com tantos problemas gravíssimos no Brasil, econômicos, fiscais, sociais, éticos, o presidente Jair Bolsonaro só pensa em ampliar a posse e agora escancarar o porte de armas a níveis nunca antes vistos ou imaginados”, escreve Eliane Cantanhêde no Estadão nesta sexta-feira a respeito do controverso decreto assinado por Jair Bolsonaro e que escancara o porte de armas para vários setores da sociedade.

A colunista diz que pode-se dizer que o presidente está cumprindo uma promessa de campanha, mas não é só isso: o fato de os dois projetos de fato pessoais do presidente em menos de cinco meses de mandato tratarem de arma mostram uma paixão, que foi transferida do pai aos filhos e, agora, transformada em política de Estado.