Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A Opinião do Estadão: Águas paradas

Equipe BR Político

“Mais de dois terços da malha hidroviária brasileira – 44 mil km – estão ociosos, por causa de entraves estruturais, operacionais, institucionais e burocráticos decorrentes da carência de políticas públicas e programas de investimento. É o que revela o levantamento Navegação Interior no Brasil da Confederação Nacional do Transporte (CNT).

O modal hidroviário apresenta diversas vantagens, a começar pelo custo: seu frete é 30% menor que o ferroviário e 60% menor que o rodoviário. Um comboio de 4 barcaças transporta o equivalente a 86 vagões de trem e 172 caminhões, o que o torna particularmente conveniente para o traslado por grandes distâncias de grandes volumes de baixo valor agregado (como commodities agrícolas e minerais). De resto, é de longe o mais ecológico dos três, emitindo 80% menos gás carbônico que o modal rodoviário e 14% menos que o ferroviário.”

Tudo o que sabemos sobre:

cnt