Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A Opinião do Estadão: Lições da Argentina

Equipe BR Político

“O Instituto Nacional de Estatística e Censos (Indec) da Argentina informou que 35,4% da população do país, ou 15,9 milhões de pessoas, está vivendo abaixo da linha de pobreza. Em 1974, esse porcentual era de apenas 4%.

A catástrofe social é especialmente grave quando se compara a Argentina com o resto do mundo, que apresenta diminuição consistente da pobreza extrema – de acordo com o Banco Mundial, a parcela de pobres caiu de 36% da população total (1,8 bilhão de pessoas) em 1990 para 10% (736 milhões de pessoas) em 2015”. Trecho de editorial do Estadão, deste domingo, 6.