Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A Opinião do Estadão: Más notícias do lado externo

Equipe BR Político

“Emperrada há meses, a economia brasileira dificilmente será destravada se isso depender das vendas ao exterior. Num cenário com nuvens escuras, o volume global das trocas de mercadorias poderá crescer apenas 2,6% neste ano, segundo a Organização Mundial do Comércio (OMC). A expansão em 2018, já decepcionante, chegou a 3%. As maiores potências devem continuar em crescimento, mas com menor vigor na Europa, onde há alguns países próximos de uma nova recessão. O mercado chinês, o mais importante para o agronegócio brasileiro, continua vigoroso, mas seu ritmo de expansão é incerto. O terceiro maior parceiro comercial do Brasil, a Argentina, segue em recessão, e só esse fato já prejudicaria, como tem prejudicado, as exportações da indústria brasileira”, diz trecho de editorial do Estadão, neste sábado, 6.

Tudo o que sabemos sobre:

OMC