Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A Opinião do Estadão: O Sínodo da Amazônia

Equipe BR Político

“Encerrou-se, após 21 dias, o Sínodo da Amazônia, convocado pelo papa Francisco para “encontrar novas vias para a evangelização daquela porção do povo de Deus, em particular as pessoas indígenas, frequentemente esquecidas e sem a perspectiva de um futuro sereno, também por causa da crise da floresta amazônica”. Pelo caráter emblemático da Pan-Amazônia, maior floresta do planeta que atravessa nove países, com 34 milhões de habitantes e 390 grupos étnicos, as reflexões do Sínodo ultrapassam o território geográfico, referindo-se ao futuro do planeta.

O documento traz, como se esperava, propostas controvertidas, como a ordenação de homens casados para zonas remotas, e solicita maior participação das mulheres no ministério e na direção das comunidades eclesiais, além de conclamar compromissos gerais, como o da Igreja contra o que se chamou de “pecado ecológico” e o da comunidade internacional com um modelo de desenvolvimento solidário, que favoreça as comunidades locais e freie as mudanças climáticas”. Trecho de editorial do Estadão deste domingo, 3.

Tudo o que sabemos sobre:

Editorial Estadão