Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A Opinião do Estadão: Perdendo posições

Equipe BR Político

“O Brasil será um dos países com pior resultado econômico neste ano e em 2020, mesmo num quadro internacional de baixa atividade, segundo a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Com tensões comerciais crescentes e muita incerteza, a economia mundial deve crescer apenas 2,9% neste ano e 3% no próximo, no desempenho mais fraco desde a crise financeira de 2008.

Quase todo o cenário ficou mais sombrio que nas projeções publicadas em maio passado, quando a expansão do produto global era estimada em 3,2% neste ano e em 3,4% no seguinte. As projeções de avanço do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro caíram de 1,4% para 0,8% e de 2,3% para 1,7%. O número agora cravado para 2019 é parecido com o do mercado, 0,87%, e o do Ministério da Economia, 0,85%. Em relação ao próximo ano, até no mercado há gente um pouco mais otimista que os técnicos da OCDE: a mediana das expectativas ficou em 2% na última pesquisa do Banco Central (BC).”

Diz trecho de editorial do Estadão deste sábado, 21.

Tudo o que sabemos sobre:

OCDE