Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A Opinião do Estadão: Primeiro, sair do atoleiro fiscal

Equipe BR Político

“Sempre em alta, a dívida pública chegou a R$ 6,48 trilhões em maio, confirmando o Brasil como o campeão do endividamento governamental entre os maiores países emergentes. Os três níveis de governo deviam juntos, naquele mês, o equivalente a 78,7% do Produto Interno Bruto (PIB), isto é, do valor adicionado dos bens e serviços produzidos em um ano. Essa proporção raramente supera 50% entre esses países emergentes e, em alguns casos, nem chega a 30%. Mas quem sempre busca um detalhe positivo em todas as notícias ficará satisfeito. Em abril, a razão dívida/PIB era pouco maior, de 79%. A queda é explicada por um aumento do PIB nominal.”

Trecho de editorial do Estadão deste sábado, 29.

Tudo o que sabemos sobre:

Editorial Estadão