Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A Opinião do Estadão: Sanção indevida

Equipe BR Político

“O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), no exercício da Presidência da República, sancionou a Lei Complementar 164/2018, que afrouxou importantes restrições da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF, Lei Complementar 101/2000). Em razão de representar claro estímulo a uma gestão menos responsável dos recursos públicos, o projeto de lei merecia o veto presidencial, e não a sanção. No entanto, em sua breve e interina passagem pela cadeira presidencial, Rodrigo Maia fez questão de envolver diretamente seu nome na instauração de uma medida que deixa o País ainda mais distante das reformas de que tanto precisa.”

Trecho de editorial do Estadão desta sexta-feira, 21.