por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A Opinião do Estadão: Trump e as Colinas de Golan

Equipe BR Político

“Ao reconhecer, em 21 de março, a soberania de Israel sobre as Colinas de Golan, tomadas à Síria na Guerra dos Seis Dias, em 1967, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, exercitou mais uma vez seu voluntarismo, mais nocivo precisamente onde suas prerrogativas de chefe de Estado o liberam de alguns freios legislativos e judiciários: as relações internacionais. Localizado entre Israel, Síria e Jordânia, o planalto rochoso de Golan sempre foi palco de disputas por seus recursos hídricos.”

Trecho do editorial do Estadão desta sexta-feira, 29.

Tudo o que sabemos sobre:

Editorial Estadão