Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A Opinião do Estadão: Twitter na direção certa

Equipe BR Político

“O presidente executivo do Twitter, Jack Dorsey, anunciou que a partir de 22 de novembro a empresa banirá o chamado impulsionamento de postagens de conteúdo político em sua plataforma. Por “impulsionamento” entenda-se o pagamento para que determinada mensagem chegue a um número maior de pessoas. “Nós acreditamos que o alcance de uma mensagem política deve ser conquistado, e não comprado”, escreveu Dorsey em sua conta na rede social. A mensagem é alvissareira. Ela indica uma nova direção para o debate público na chamada esfera digital. Uma direção que, antes de tudo, resgata o valor da verdade factual.

A medida valerá para todos os países onde o Twitter está presente. No Brasil, deverá ter impacto positivo na qualidade do debate político no curso da campanha eleitoral de 2020. Será igualmente sentida nos Estados Unidos, onde haverá eleição presidencial no ano que vem. O país tem o maior número de usuários do Twitter, cerca de 48 milhões. O Brasil é o sexto colocado, com cerca de 8,3 milhões de pessoas físicas, empresas e instituições registradas.”

Diz trecho de editorial do Estadão nesta sexta-feira, 1.