Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A ortodoxia fracassou?

José Fucs

Em artigo publicado no Valor, os professores Pedro Cavalcanti Ferreira e Renato Fragelli, da FGV, defendem a equipe econômica de Temer, montada pelo ex-ministro Henrique Meirelles, e dizem que o crescimento só não decolou porque, apesar das conquistas do governo, a reforma da Previdência ficou para trás após a divulgação das gravações de Joesley Batista.

Ao responder a um artigo publicado pelo cientista político Fernando Limongi no mesmo jornal, acusando a equipe “liberal” de Temer de não ter apresentado os resultados prometidos nem assumido a culpa pela “anêmica retomada do crescimento”, Fragilli e Ferreira dizem que o País não voltará a crescer enquanto a questão da Previdência não for resolvida. “Não há alternativa heterodoxa capaz de enfrentar essa realidade.” / J.F.