Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A superioridade de alguns perante a lei

José Fucs

O jornalista Alexandre Garcia, da Rede Globo/GloboNews, afirmou, em artigo publicado publicado no site Só Notícias,  que os dizeres “todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza”, incluídos no capítulo “Dos Direitos e Garantias Fundamentais” da Constituição de 1988, tornou-se letra morta.

“Aqui, há pessoas que estão acima da maioria e, sobretudo, acima da lei”, afirma.  “Há uma cultura de autodefesa, de anti-corpos para se proteger contra a moralização e a própria Constituição – que afirma sermos todos iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza. Quando isso se tornará verdade?” / J.F.

Tudo o que sabemos sobre:

Alexandre GarciaConstituição