Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A vitrine de Doria para 2022

Equipe BR Político

Para acompanhar a extensa lista de promessas feitas pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o Estadão lançou o Monitor Doria. A plataforma acompanha o andamento de programas já lançados e propostas encaminhadas ao Legislativo desde que assumiu o mandato. As ações são monitoradas etapa por etapa.

Ao todo, oito projetos estão na lista de monitoramento. Por enquanto, são 2 concluídos, 6 em andamento e nenhum cancelado. Também mostramos promessas ainda não colocadas em prática. São 4 aguardando ação. A condução do governo estadual será o cartão de visitas apresentado por Doria em uma eventual candidatura à Presidência em 2022.

Na lista dos projetos concluídos estão a extinção da Dersa e o ‘enxugamento’ da máquina. Em andamento, há o projeto de incentivo a novas empresas automotivas, despoluição do Rio Pinheiros, privatização de presídios, construção da ponte Santos-Guarujá, ligação de Cumbica à rede de trens, Corujão da Saúde. O status de aguardando ação está relacionado à conclusão da Linha 6 (laranja) do metrô, criação de uma linha de BRT entre capital e ABC, privatização de aeroportos e a construção de creches.

Ainda pensando em 2022, o governador tem sido aconselhado por assessores e secretários a tomar cuidado com as cascas de banana jogadas pelo bolsonarismo. A orientação é para que ele evite “entrar na pilha” e não rebata declarações que visam criar polêmicas vindas do presidente ou de seus seguidores.  A estratégia de Doria será, pelo menos em teoria, falar menos e fazer mais. O tucano e seu entorno acreditam ser esse o melhor modo de se contrapor a Bolsonaro, segundo a Coluna do Estadão.