Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Abertura meis lenta da economia

Equipe BR Político

Entre as várias medidas de última hora de Michel Temer que serão revistas pela equipe de Jair Bolsonaro está a redução de Imposto de Importação aprovada pela Câmara de Comércio Exterior nos últimos dias de 2018, informa o Estadão. A redução é linear e gradual para bens de capital, informática e telecomunicações e prevê a queda do imposto de algo como 14% para 4% em quatro anos.

A decisão de abrir a economia será mantida pela equipe de Guedes, mas a ideia é fazer a redução mais lentamente, antecedida de desregulamentação e simplificação para a indústria brasileira. A equipe da Economia pretende anunciar medidas num ritmo quase diário, em vez de apresentar um pacote de propostas. A ideia é fazer esse conta-gotas antes da volta do Congresso para, então, concentrar esforços na batalha da reforma da Previdência.