Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Abraham Weintraub confirma que deixa o MEC

Gustavo Zucchi

Exclusivo para assinantes

Abraham Weintraub confirmou que está deixando o Ministério da Educação. Em um vídeo ao lado do presidente Jair Bolsonaro, ele se despediu do cargo e disse estar indo para o Banco Mundial. “Desta vez é verdade. Estou saindo do MEC. Vou começar a transição agora e nos próximos dias, passo o bastão para o ministro que ficará em meu lugar”, disse. Weintraub não quis detalhar os motivos de sua saída, mas falou que com isso poderá deixar sua esposa e filhos em segurança. “Algo que estava me deixando muito preocupado”.

Bolsonaro, por sua vez, afirmou apenas que é um “momento difícil” para seu governo. “Todos os meus compromissos de campanha continuam em pé e busco implementá-los da melhor maneira possível. Todos que estamos ouvindo agora são maiores de idade e sabem o que o Brasil está passando. O momento é de confiança. Jamais deixaremos de lutar por liberdade. Eu faço o que o povo quiser”, disse Bolsonaro, sem falar do trabalho desempenhado por seu agora ex-ministro.

A saída do atual titular da Educação acontece em um momento de pressão do Supremo Tribunal Federal. O ministro é investigado por supostas ameaças aos ministros da Corte, feitas na reunião ministerial do dia 22 de abril. No momento, o mais cotado para assumir o cargo de Weintraub é Carlos Nadalim, atual secretário de Alfabetização do Ministério da Educação. Seu nome deve ser confirmado nos próximos dias.