Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Abuso de autoridade vem aí

Equipe BR Político

Após derrubar o decreto de armas de Jair Bolsonaro, o próximo “golpe” da CCJ do Senado no governo deverá ser o projeto de abuso de autoridade, que supostamente seria mais uma “cutucada” no ministro Sérgio Moro, que sempre foi contrário a ideia. Além, é claro, de que o caso de vazamentos de conversas entre o então juiz com o procurador Deltan Dallagnol poderia ser enquadrado dentro do projeto. Entretanto, o relator da proposta na CCJ, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) negou que seja uma “resposta” a crise que envolve o ministro da Economia.

“Não é uma resposta. Esse projeto já estava no forno mesmo para ser apreciado, eu é quem estava um pouco atrasado (com o relatório)”, disse Pacheco. Para justificar, ele citou uma do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, à GloboNews duas semanas atrás, em que ele definie como o abuso de autoridade como uma das prioridades do Senado no primeiro semestre.

Tudo o que sabemos sobre:

Rodrigo Pachecoabuso de autoridade