Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Acordo com Japão fica para novembro

Equipe BR Político

Deve ficar apenas para novembro o amadurecimento e anúncio do acordo comercial entre o Mercosul e o Japão. Nesta quarta-feira, 23, o presidente Jair Bolsonaro, em seu último dia da viagem ao país asiático, se reuniu com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, e disse que foi dado “mais um passo” na negociação.

De acordo com o presidente, a formalização das negociações deverá ser feita no próximo mês, quando Abe vai ao Brasil. “Demos mais um passo na questão (do acordo) do Mercosul. Há interesse por parte dele (Abe) também”, declarou Bolsonaro. O terceiro encontro entre os dois ocorreu no Palácio Akasaka, em Tóquio, e durou cerca de 15 minutos. “A reunião foi excelente”, afirmou o presidente.

Bolsonaro também disse que recebeu o apoio de Abe para que o Brasil entre na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), embora admita que o processo deve demorar. “Ele (Abe) falou que está favorável ao Brasil entrar. É uma operação demorada, dois, três anos…. Tem o apoio de peso que nós temos, já tivemos Israel e tantos outros. Tudo está caminhando bem para que tenhamos a coroação de uma viagem de sucesso”, comemorou.

Bolsonaro e Shinzo Abe trataram, ainda, de uma possível parceria entre os países envolvendo minérios raros como nióbio, grafeno e lítio. De acordo com um assessor presidencial, a parceria envolveria principalmente investimentos e pesquisas na área. Ainda de acordo com esse assessor, a parceria está “ganhando concretude”, informou o Broadcast Político.

Tudo o que sabemos sobre:

BrasilJapãoacordoJair Bolsonaro