Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Acordo prevê R$ 1 bi de fundo da Lava Jato para Amazônia

Equipe BR Político

A tríade formada pela Procuradoria-Geral da República, pela Câmara dos Deputados e pelo Palácio do Planalto – por meio da Advocacia-Geral da União -, fechou acordo para que R$ 1 bilhão do Fundo da Lava Jato seja direcionado às ações na Amazônia, inclusive na área de fronteira. Outro R$ 1,6 bilhão deverá ser endereçado à Educação, segundo “Requerimento Conjunto para Destinação dos Valores” que ainda deverá ser homologado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo.

Membro da equipe do Ibama combate chamas na região amazônica

Membro da equipe do Ibama combate chamas na região amazônica. Foto: Gabriela Biló/Estadão

A reunião que levou ao acordo aconteceu nesta quinta-feira, 5, no gabinete de Moraes.  O fundo da Lava Jato foi criado a partir do acordo entre a Petrobrás e a força-tarefa da Operação Lava Jato no MPF de Curitiba e estava sendo cobiçado também por outros grupos. Os valores, estimados em cerca de R$ 2,6 bilhões, estavam bloqueados por decisão de Moraes, após a criação do fundo pela Lava Jato ter sido contestado pela PGR.O acordo é assinado, ainda, pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e José Levi Mello do Amaral Jr, procurador-geral da Fazenda Nacional, de acordo com o Blog do Fausto.