Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Adiamento do Brexit é derrota para Boris Johnson

Equipe BR Político

Mais uma vez, a novela do Brexit mostra que está longe de acabar. Pela terceira vez, o prazo de saída do Reino Unido da União Europeia foi adiado. O anúncio foi feito nesta segunda-feira, 28, pelo presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk. De 31 de outubro, o prazo passou para 31 de janeiro de 2020.

“Os 27 (países-membros) concordaram em aceitar a solicitação do Reino Unido de um adiamento flexível do Brexit até 31 de janeiro”, escreveu Tusk no Twitter.

A saída do Reino Unido da UE, mesmo sem acordo, é tida como missão pelo primeiro-ministro britânico, Boris Johnson. o adiamento, portanto, é mais uma derrota para o conservador.

O Brexit foi aprovado 2016. Em três anos, no entanto, Reino Unido e UE ainda não chegaram em um consenso sobre como colocá-lo em prática.

Tudo o que sabemos sobre:

BrexitBoris JohnsonUnião Europeia