Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Alcolumbre promete MP para liberar recursos a locais afetados pelo óleo

Equipe BR Político

Enquanto o presidente Jair Bolsonaro está em missão do outro lado do globo – sem ainda ter visitado as regiões atingidas pelo derramamento de óleo -, o presidente em exercício, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), anunciou nesta quinta-feira, 24, que irá liberar recursos emergenciais, por meio de medida provisória, aos municípios do Nordeste atingidos pelo vazamento de óleo. Alcolumbre deve ocupar as funções de chefe do Executivo até o dia 25.

O óleo foi avistado pela primeira vez há 54 dias. Nesse período, o governo federal tem sido acusado de negligência e lentidão ao lidar com o problema. Esse já é considerado o maior desastre ambiental no litoral brasileiro. Pressionado pelo Ministério Público Federal e por integrantes do governo, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, fez um pronunciamento a respeito do assunto na quarta-feira, 23.

Alcolumbre visitou nesta manhã a praia de São Miguel (AL), acompanhado pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. “Preocupado com a situação das praias do #Nordeste, atingidas pelo vazamento de #petróleo, estamos a caminho da Barra de São Miguel (AL) e Aracaju (SE) para verificar as condições desses locais. A comitiva é formada pelo ministro do Meio Ambiente e parlamentares da região”, escreveu Alcolumbre mais cedo no Twitter.

Além da MP liberando mais recursos, caberá ao presidente em exercício assinar também um decreto que estenderá por dois meses o pagamento do seguro-defeso a pescadores afetados pelo vazamento.

Tudo o que sabemos sobre:

óleo no NEDavi Alcolumbre