Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Alcolumbre quer que Bolsonaro e Guedes prorroguem auxílio emergencial no AP

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, afirmou nesta quinta-feira, 12, que pediu ao presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, a prorrogação do auxílio emergencial no Amapá por conta do apagão. 

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre Foto: Edilson Rodrigues/Agencia Senado

Depois do apagão, nove dias atrás, o Amapá ainda não teve 100% da energia restabelecida. O sistema de rodízio impõe prejuízo e problemas. A população está sofrendo e precisa de ajuda e de respostas efetivas. Solicitei ao presidente Bolsonaro e ao ministro Paulo Guedes, que o auxílio emergencial seja prorrogado no Amapá. A situação aqui é dramática. Os amapaenses perderam a comida de um mês, tudo estragou nas geladeiras. As pessoas estão sofrendo. É dever do Estado socorrê-las”, escreveu.

Natural do Estado, Alcolumbre tem cobrado a ações para mitigar os efeitos do apagão que deixou a região sem energia por dias e causou transtornos à população e diversos serviços e setores econômicos. Seu irmão, Josiel Alcolumbre, é candidato à prefeitura de Macapá. Líder nas pesquisas, Josiel tem contado com o presidente do Senado na campanha na cidade e viu suas intenções de voto caírem 9 pontos em meio ao apagão, em pesquisa do Ibope publicada nesta quinta. 

Tudo o que sabemos sobre:

Davi AlcolumbreAmapáauxílio emergencial