Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Alemanha contra covid: comércio não essencial fechado até 10 de janeiro

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A duas semanas das festas de Natal e ano-novo, a Alemanha anunciou o fechamento de comércios não essenciais e escolas até o dia 10 de janeiro em uma medida para tentar conter o aumento nos casos e mortes decorrentes da covid-19.

Apenas lojas essenciais, como supermercados e farmácias, assim como bancos, devem permanecer abertas entre 16 de dezembro e 10 de janeiro. A venda de fogos de artifício será proibida nas proximidades do ano-novo. Com exceção do Natal, o número de pessoas que podem se reunir dentro de casa permanecerá restrito a cinco, não incluindo crianças menores de 14 anos. Reuniões públicas ao ar livre na véspera do ano-novo estão vetadas.

A Alemanha está em bloqueio parcial há seis semanas, com bares e restaurantes fechados, enquanto lojas e escolas permaneceram abertas. Algumas regiões já impuseram medidas mais duras à medida que as infecções aumentaram.

O número de novas infecções diárias se aproximou de 30 mil na sexta e no sábado. O recorde de mortes em apenas um dia foi na quinta, com 598. A Alemanha tem agora 1.320.716 infectados, segundo o Instituto Robert Koch (RKI). O número de mortes chegou a 21.787. As informações são da Reuters.

Tudo o que sabemos sobre:

Alemanha