Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Aliados de Bolsonaro sobem o tom contra Fernández

Equipe BR Político

A atitude do presidente Jair Bolsonaro, de avisar que não não cumprimentará Alberto Fernández pela vitória na eleição argentina, foi o sinal para que seus aliados começassem a atacar o kirchnerista. Ernesto Araújo abriu mão da diplomacia e avisou que “o mal” está comemorando a vitória de Fernández no pleito. Eduardo Bolsonaro avisou que já dá para saber o “futuro da Argentina”. E Filipe Martins, assessor especial da Presidência, disse que o Brasil não irá “bajular governos que questionam o Estado de direito brasileiro enquanto aplaudem o regime assassino de Maduro”. Enquanto isso, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e do Chile, Sebastián Piñera, cumprimentaram Fernández pela vitória.