Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Aliança pelo Brasil é lançada com recados a Bivar

Equipe BR Político

Durante o lançamento da Aliança pelo Brasil, partido que provisoriamente será presidido pelo presidente Jair Bolsonaro, vários recados foram endereçados ao presidente do PSL, deputado Luciano Bivar (PE). Um deles é de que o partido será “contra a caixa-preta”. A acusação dos bolsonaristas de que faltava transparência no PSL foi um dos motivos que levou o partido a uma guerra civil.

Sem citar diretamente o ex-partido, o advogado de Bolsonaro Admar Gonzaga, que será secretário-geral do partido, afirmou que as bases da Aliança pelo Brasil estão montadas na direção de “tudo aquilo que pedimos antes da cisão”. Por este motivo, a Aliança “adotará regras de compliance”, mecanismo para evitar fraudes e desvios internos.

Segundo ele, o fundo partidário não é motivo para racha no partido, “porque aquela caneta Bic”, disse olhando para Bolsonaro, “vale 200 fundos partidários”. No começo de seu discurso, Bolsonaro disse que o início de sua relação com o PSL foi um “bom casamento”, mas que “tiveram problemas”.