Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Aliança tácita STF-Congresso

Equipe BR Político

Em sua coluna desta sexta-feira no Estadão, Eliane Cantanhêde diz que a prisão de Michel Temer era esperada, mas se deu num inquérito pouco visado e num momento em que a Lava Jato sofria derrotas consecutivas. Diante do que ela considera “álcool na fogueira” na guerra entre Supremo e Lava Jato, ela analisa: “A dúvida no STF e entre políticos é se a prisão de Temer é um contra-ataque, uma demonstração de força da Lava Jato. E isso provoca uma aliança tácita e por baixo dos panos entre ministros ‘garantistas’ e líderes importantes do Congresso, que acusam excesso de poder do MP e correspondente ‘demonização da política'”.

Tudo o que sabemos sobre:

Michel TemerprisãoLava Jato