Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Almirante alega ‘soberania’ na reestruturação de carreira

Equipe BR Político

O secretário-geral do Ministério da Defesa, almirante de Esquadra Almir Garnier Santos, justificou o projeto de reestruturação das carreiras dos militares com o argumento de que “as Forças Armadas têm se colocado ao lado da sociedade em momentos de festa e de dor”, informa o Broadcast Político. O texto faz parte da proposta de reforma previdenciária aos militares apresentada nesta quarta, 20, pelo governo.

Segundo ele, o PL foi feito na ótica da defesa e soberania nacional e também para dar economia de gastos ao Tesouro Nacional. Essa reestruturação custará R$ 86,85 bilhões em dez anos à União.

Tudo o que sabemos sobre:

almiranteprevidênciaAlmir Garnier Santos