Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Altar no banco dos réus

Gustavo Zucchi

O ministro Napoleão Nunes Maia, do TSE, liberou para julgamento o recurso que trata do abuso de poder religioso. A corte vai julgar o caso da perda de mandato do deputado estadual João Luiz Rocha, denunciado pelo MPE por propaganda eleitoral dentro de templos religiosos.

João Luiz foi afastado pelo TRE-AL por abuso de poder econômico. O deputado, que também é pastor, fez propaganda eleitoral dentro de templos, utilizando os espaços como comitês de campanha e convencendo fiéis a trabalharem como cabos eleitorais. O ministro já havia negado recurso do pastor.

Tudo o que sabemos sobre:

TSE