Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ambientalistas e pescadores ocupam sede do Ibama em Salvador

Equipe BR Político

No 50º dia desde o primeiro aparecimento das manchas de óleo no Nordeste, pescadores e ambientalistas ocuparam a sede do Ibama em Salvador. O grupo cobra do governo federal ações para evitar que a mancha prejudique ainda mais as comunidades pesqueiras. Segundo o Broadcast Político, os manifestantes também acusam o Planalto de não ter acionado, imediatamente, o Plano Nacional de Contingência (PNC) para lidar com o problema.

“Uma das motivações é a incerteza em relação à mancha de petróleo. Cadê o plano pra conter esse petróleo para não chegar nas comunidades pesqueiras? Quem se responsabiliza por esse impacto causado na vida desses trabalhadores? São a essas interrogações que os governantes não têm dado respostas”, afirmou Marizélia Carlo Lopes, uma das manifestantes, de acordo com o jornal A Tarde. Na madrugada desta terça-feira, 22, o óleo chegou às praias do Morro do São Paulo, uma das principais regiões turísticas da Bahia. Veja o vídeo da manifestação:

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

óleo no nordesteIbama