Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Amoêdo critica movimento contra teto de gastos

Marcelo de Moraes

Exclusivo para assinantes

João Amoêdo, que disputou a última eleição presidencial pelo Novo, lamentou que tenha voltado a pressão política pela derrubada do teto de gastos.

O ex-candidato à Presidência pelo Novo, João Amoêdo

O ex-candidato à Presidência pelo Novo, João Amoêdo Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

“O teto de gastos foi aprovado em 2016 para valer até 2036. Passados apenas quatros anos, e mesmo com sucesso em controlar as despesas públicas, impactar na redução dos juros e da inflação já se fala em abandoná-lo. Mais uma vez, a visão de longo prazo perde espaço para os atalhos”, escreveu Amoêdo nas suas redes sociais.

Tudo o que sabemos sobre:

teto de gastosJoão Amoedo