Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Amoêdo rebate Eduardo ao apontar fake news replicada por parlamentar

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ex-presidenciável João Amoedo (Novo) rebateu ofensa do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), chamando-o de “protozoário”, por ter defendido o inquérito das fake news aberto pelo STF. “O deputado Eduardo Bolsonaro mostrando na prática como funciona uma rede de fake news e desinformação: repete-se e dissemina-se uma mentira várias vezes para destruir reputações. O humorista não foi preso”, escreveu Amoedo no Twitter, em referência ao humorista Reynaldo Bianchi Junior, que foi alvo de busca e apreensão da Polícia Federal no âmbito da investigação, na manhã de quarta, 27.

O ex-candidato do Partido Novo à Presidência da República, João Amoêdo

O ex-candidato do Partido Novo à Presidência, João Amoêdo Foto: Felipe Rau/Estadão

Não houve mandado de prisão de nenhum dos atingidos pela ação. Mesmo assim, uma mensagem mentirosa que afirma que o ministro Alexandre de Moraes, do STF, pediu a prisão do humorista foi compartilhada milhares de vezes nas redes sociais, inclusive por Eduardo Bolsonaro.