Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

André Mendonça na mira bolsonarista após encontro com ministro do STF

Vera Magalhães

Exclusivo para assinantes

O novo ministro da Justiça, André Mendonça, é o mais novo alvo da ira da militância bolsonarista nas redes sociais. O titular da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, também entrou na mira, mas com intensidade menor.

Os radicais bolsonaristas partiram para a velha tática de moer a reputação dos dois ministros pelo fato de eles terem ido a São Paulo conversar com o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, relator do inquérito que investiga fake news e ameaças contra ministros da Corte e também o que apura o financiamento e a organização de atos democráticos pedindo o fechamento do STF e do Congresso.

A hashtag #ForaMendonça ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter, rede social que concentra a guerrilha bolsonarista, desde sexta-feira. A narrativa que os difusores do bolsonarismo venderam e os seguidores compraram foi a de que os dois foram “capitular” diante de Moraes e estariam traindo a ideia, vendida pelo próprio presidente, de que daria um “basta” às decisões do Judiciário.

Trata-se de uma narrativa tão maluca que ignora o fato de que foi o próprio Bolsonaro que mandou a dupla ao encontro de Moraes, ou então os teria demitido por traição.

Viralizou uma foto dos dois ministros em frente a uma foto do presidente em que a foto de Bolsonaro é trocada por uma de Alexandre de Moraes com a faixa presidencial.