Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

ANJ defende jornalista intimado por texto contra Bolsonaro

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Após a Polícia Federal intimar o jornalista Hélio Schwartsman a depor por um texto publicado na Folha, a Associação Nacional de Jornais (ANJ) emitiu uma nota defendendo Schwartsman. “ANJ assinala que a Constituição brasileira, no seu Artigo 5, inciso 4, define ser ‘livre a manifestação do pensamento’.”

O jornalista publicou uma coluna opinativa com o título “Por que torço para que Bolsonaro morra”. Na ocasião, o próprio ministro da Justiça, André Mendonça, determinou a abertura de uma investigação com base na Lei de Segurança Nacional. “A entidade condena a distorção da finalidade da Polícia Federal para atuar como uma espécie de polícia do pensamento e lamenta o uso da Lei de Segurança Nacional, instrumento anacrônico em uma democracia, para intimidar a livre expressão da opinião”, disse a ANJ.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Hélio SchwartsmanPolícia FederalANJ