Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

ANJ repudia agressões sofridas por equipe do Estadão

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A Associação Nacional de Jornais (ANJ) repudiou, em nota, as agressões sofridas por profissionais do Estadão na tarde de domingo, 3, enquanto acompanhavam uma manifestação de apoio ao presidente Jair Bolsonaro na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. O fotógrafo Dida Sampaio registrava imagens do presidente em frente à rampa do Palácio do Planalto, numa área restrita para a imprensa, quando foi agredido. O motorista do jornal, Marcos Oliveira, que apoiava o fotógrafo, foi agredido com uma rasteira.

Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

“Além de atentarem de maneira covarde contra a integridade física daqueles que exerciam sua atividade profissional, os agressores atacaram frontalmente a própria liberdade de imprensa. Atentar contra o livre exercício da atividade jornalística é ferir também o direito dos cidadãos de serem livremente informados”, diz o texto.

E conclui: “A ANJ espera que as autoridades responsáveis identifiquem os agressores, que eles sejam levados à Justiça e punidos na forma da lei.”

Tudo o que sabemos sobre:

ANJrepúdio